Quem pode, pode!

 Há que ser ousada, ter estilo, bossa, categoria. Poucas pessoas conseguem combinar estampas com listras. Ainda mais, duas estampas com listras. 
Ela é a Cris Guerra, autora do livro "Para Francisco", um depoimento emocionante da gravidez e nascimento do filho. Uma comovente história de amor, onde o final pode parecer que não foi feliz, mas foi. 
Cris perdeu o marido quando estava no sétimo ou oitavo mês de gravidez, um homem jovem, que teve morte súbita. "Para Francisco" é a história da relação dos dois, escrito enquanto a dor estava latente e ela tinha medo de esquecer  e perder detalhes para contar para o filho.
Porque, felizmente, a dor dos primeiros tempos passa, fica a saudade eterna, e no caso dela, a lembrança de um amor lindo, perfeito na medida do possível.
www.hojevouassim.com.br   é o blog precursor de todos esses que mostram a moda de todo dia. E ela é imbatível.
Cris é fotografada  todos os dias e cada produção é  uma agradável surpresa.
Sou fã dela e lhe pedi autorização para colocar as fotos. 
A história de vida dela é cheia de bons momentos e muitas perdas, mas ela sempre consegue superar a tristeza e tocar a vida, ainda mais agora, com seu lindo Francisco para criar. Não a conheço pessoalmente, mas no blog, que antecedeu e deu origem ao livro, ela conta tudo, de peito tão aberto que o mínimo que se sente é que ela é uma filha, ou uma irmã, ou uma grande amiga, a quem você quer proteger, quer oferecer um colo.
Uma mulher de fibra. 
Quer se inspirar para o dia a dia, sempre com roupas lindas, acessórios perfeitos, da cabeça aos pés? É só clicar no link e chegar ao blog "Hoje vou assim".

 P.S.: Cris continua falando sobre o filho num blog leve, mostrando suas "francisquices". Para quem quiser conhecer sua história:
http://cartasparafrancisco.wordpress.com/
(A foto foi retirada do blog dela, com autorização).

Atualização: Ei Lúcia! Que bonitinho esse post, fiquei muito lisonjeada. Você é uma querida. Quero dar uma informação: o Para Francisco mudou de fase, mas continua à disposição dos leitores no www.parafrancisco.blogspot.com
Achei por bem iniciar outro blog mais leve, para simbolizar essa nova fase. Vou me casar em maio, olha que delícia! Mas o blog continua lá, para quem quiser ler. O livro está à venda, tem muito do blog, mas os dois não se equivalem. Acho que vale ter contato com os dois, pois o livro tem 20 textos a mais que o blog não tem, assim como o blog continua após o livro, o que é bem interessante, pois penso que eu comecei a escrever mais macio depois do livro, rs. Um beijo com muito carinho! (Em 24/09/12)


25 comentários:

Eli Pechim disse...

Puxa, que história triste e ao mesmo tempo linda. Legal que você trouxe para o seu blog para compartilhar com a gente. Quanto a mistura de estampas, tem de ter muita personalidade mesmo, e atitude, para usá-las. Eu não tenho toda essa ousadia. Beijo

Lúcia Soares disse...

Vale a pena ler o livro, Eliane. Procure-o quando vier ao Brasil. Prepare-se para se emocionar ao extremo. Já se passaram alguns anos, se não me engano Francisco já deve estar com 5 anos, ou quase, e é um menininho lindo, de todas as maneiras. Beijo!

✿ chica disse...

Pessoas que sabem superar problemas e dar a volta por cima...Linda história e lindo look, vi o blog também! beijos,às duas,tudo de bom,chica

Teresinha Ferreira disse...

Olá Lúcia,
Realmente, quem pode pode. Adorei o look.
Na sexta-feira, vou citar seu blog na minha postagem.
Tudo de bom.
www.democratizacaodamoda.blogspot.com

Mauro S disse...

Oi Lúcia, boa tarde, parece um bom livro, mesmo baseado numa história triste.
Vou visitar depois o blog, estou anotando aqui, fica então como uma dica.
Beijos e tudo de bom para você, Mauro

Somnia Carvalho disse...

faço tudo em etapas! acabei de ler o post que adorei! a roupa, a historia, mas angelo esta me pegando pelo braço porque quer fazer uma arte comigo... rs


beijo, volto despues

ML disse...

Ninguém diria - olhando pra bela que, concordo, entende tudo de estilo - que a vida foi mega "má-drasta" com ela.
Indo lá conferir, amei a dica.

bjnhs

Luma Rosa disse...

Já acessei esse blogue alguma vez, lembro do nome, mas não sou muito cativa desse tipo de "nicho" blogueiro. Acho que gostaria mais do outro blogue, tem o link?
Admiro as pessoas que crescem com a dor, pois o contrário, se entregar é o caminho mais fácil.
Boa semana! Beijus,

Deusa disse...

Oi Lucia

Sabe que outro dia passando de canal em canal,acabei passando por uma entrevista com ela...ela e mesmo linda e estilosa,tem um jeito doce,meigo,eu pensei..depois vou ao Blog dela,mas só agora me recordei disto...vou lá...
Bjs
Deusa
vasinhos coloridos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

vou lá conhecer, é uma mulher de garra. não deve ter sido fácil perder o marido nessa situação, poxa...

bom dia!

Heloísa disse...

Lúcia,
Tem que ter coragem, mesmo, para usar, no vestuário, combinações que fogem ao comum.
Mas parece que com as "magrinhas" tudo fica mais fácil.
Beijo.

Beth/Lilás disse...

Muito bacana a história de vida desta moça e principalmente a volta que deu por cima de tudo, considerando a vida presente e o filho para criar.
Agora, só mesmo sendo magrinha assim para ousar tanto.
um beijo carioca

manuel marques disse...

Boa dica.

Beijo.

Paloma disse...

LUCIA, uma história de superação é sempre um exemplo a seguir. E é tão dificil superar os grandes problemas!

Abraços

Cláudia disse...

Lúcia, esse "modelito" é só para quem pode, mesmo! (rs)
Eu por exemplo não posso de jeito nenhum, já voltei a ganhar peso, estou com quase 66kg para 1,62m, imagina... :)
Mas olha que é preciso ser muito forte para superar certas situações da vida, mulher guerreira essa, não?

bjs

Cissa Branco disse...

Lúcia,

Realmente esse look não é para qualquer um, tem que ser a pessoa certa mesmo. Já li algumas coisas sobre a história da Cris e ela é uma mulher de fibra, exemplar.
Grandes beijos

Georgia disse...

Lucia, eu já a conhecia lá do blog O que elas estao lendo. Pena que nao li o livro dela, ia gostar de lê-lo.

Nao deve ter sido fácil a superacao da Cris.

Um bjao

Pequena disse...

Ei Lúcia! Que bonitinho esse post, fiquei muito lisonjeada. Você é uma querida. Quero dar uma informação: o Para Francisco mudou de fase, mas continua à disposição dos leitores no www.parafrancisco.blogspot.com
Achei por bem iniciar outro blog mais leve, para simbolizar essa nova fase. Vou me casar em maio, olha que delícia! Mas o blog continua lá, para quem quiser ler. O livro está à venda, tem muito do blog, mas os dois não se equivalem. Acho que vale ter contato com os dois, pois o livro tem 20 textos a mais que o blog não tem, assim como o blog continua após o livro, o que é bem interessante, pois penso que eu comecei a escrever mais macio depois do livro, rs. Um beijo com muito carinho!

Patricia Alessandra Apê Las-Cazas disse...

Também sou fã da Cris. Torço muito para que Deus esteja sempre ao lado dela, protegendo, e dando muita sorte.
Sucesso, sempre, Cris.
Abração!

Brechique da Dodoca disse...

Menina, que maravilha! E é claro que vou escarafunchar!!!
Bjssssssssssss, quérida!

Socorro Melo disse...

Oi, Lucia!

Este post já me deixou emocionada! O livro deve ser lindo e interessante mesmo.

Gostei do visual da Cris!

Beijo, beijo
Paz e Bem!

Socorro Melo

Sílvia Gianni disse...

Oi Lúcia, é sempre bom ler histórias de superação pois as mesmas nos servem de incentivo para quando acharmos que tudo na nossa vida está ruim.
Estou indo lá conhecer o blog da Cris.
Beijos.

Taia Assunção disse...

Acompanho eventualmente os blogs da Cris, gosto muito. Tanto que a leitura do primeiro blog me levou a comprar o livro. Mineira igual a você. Beijocas, Lúcia.

Ana disse...

É uma história de vida comovente.
Nunca fui de chorar, mas, lendo este blog, chorei como criança.
Nem consegui falar sobre ele, mas deixei o link no Roccana.
Se quiser ler, clica aqui: http://roccana2.blogspot.com/2008/01/chorei-um-cisco-no-meu-olho.html
Beijos, Lúcia!

Maria Helena Morais disse...

Oi Lúcia, felizmente consegui chegar ao seu blog hoje. Encontrei-o no Google.Parece ser outro diferente daquele que eu visitava antes. Cris é uma vencedora, digna de todo o reconhecimento. Um abraço para ela a guerreira e você a alma sensível que se põe no lugar do outro, mostrando o sentimento da "compaixão" muito divulgado por Dalai Lama. Um beijo minha amiga!