Livre-se do lixo!

 Temos ouvidos para ouvir e olhos para enxergar.
Cada momento da vida pode ser motivo para uma parada e uma avaliação. 
Conselhos são dados e nem sempre bem recebidos, o que pode nos causar contratempos na vida, pois é melhor ouvir do que se arrepender depois.  
Cada momento, de cada pessoa, é único. Muitas coisas podemos seguir, muitas queremos viver, pode ser que dê certo, nem sempre uma má experiência de alguém pode dar errado conosco também. 
Por isso há os que ousam, contra todas as expectativas de que não dará certo. E pode dar, ótimo, parabéns! ou não dar, como o previsto, e aí é enfiar o rabo entre as pernas (ditado antigo), admitir o erro e partir para outra empreitada. 
Por que a vida não vem mesmo com manual, o que é bom pra uns pode ser ruim pra outros e o melhor que fazemos é viver cada momento com alegria e esperança de que tudo vai dar certo.
O texto abaixo passa uma bela lição. Recebi-o por e-mail, não sei a autoria.
 
  "Um dia peguei um táxi. O motorista, atencioso e atento ao trânsito, estava rodando na faixa certa quando, de repente, um carro preto saltou do estacionamento na nossa frente.
O taxista pisou no freio, deslizou e escapou do outro carro por um triz!
O motorista do outro carro sacudiu a cabeça e começou a gritar para nós, nervosamente.
Mas o taxista, sereno, apenas sorriu e acenou para o cara, fazendo um sinal de positivo. E ele o fez de maneira bastante amigável. Indignado lhe perguntei: 
Porque você fez isto? Este cara quase arruína o seu carro e nos manda para o hospital!  
Foi quando o motorista do táxi me ensinou o que eu agora chamo de  "A Lei do Caminhão de Lixo."
Ele explicou que muitas pessoas são como caminhões de lixo. Andam por ai carregadas de lixo, cheias de frustrações, cheias de raiva, traumas e de desapontamento. À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de um lugar para descarregar, e às vezes descarregam sobre a gente. Não  tome isso pessoalmente. Isto não é problema seu! Apenas sorria, acene, deseje-lhes o bem, e vá em frente. Não pegue o lixo de tais pessoas e nem o espalhe sobre outras pessoas no trabalho, EM CASA, ou nas ruas. 
Fique tranquilo... respire E DEIXE O LIXEIRO PASSAR.
O princípio disso é que pessoas felizes não deixam os caminhões de lixo estragarem o seu dia. A vida é muito curta, não leve lixo. Limpe os sentimentos ruins, aborrecimentos do trabalho, picuinhas pessoais, ódio e frustações. Ame as pessoas que lhe tratam bem. E trate bem as que não o fazem.
A vida é dez por cento o que você faz dela e noventa por cento a maneira como você a recebe!

Tenha sempre um bom dia, livre-se de lixo!"


14 comentários:

ML disse...

A-DO-REI, Lucia!

Sejamos "luxuosas" no melhor sentido.

bjnhssssssssssssssss

✿ chica disse...

Importante livrar-nos das coisas que nos atrolham...Belo post.Beijos,obrigado pelo carinho,chica

Kellen Bittencourt disse...

Nossa Lucia, que lição deste taxista, gostei demais, de fato o mundo está cheio dessas pessoas e a maior sabedoria é esta mesmo, não pegar o lixo delas, desejar o bem e seguir em frente, amei o texto! Bjooss

Palavras Vagabundas disse...

Adorei a teoria do caminhão de lixo, vou levar comigo. Tem gente que adora despejar "lixo".
bjs
Jussara

Valéria disse...

Oi Lúcia!
Que bela lição! Se nos deixamos levar caímos na armadilha e nos lambuzamos toda.rss
Beijinhos!

Georgia Aegerter disse...

Pior é que muita das vezes nós somos esse lixo. Eu tb resolvi mudar e olha a coisa acalmou bastante.

Bjos

Georgia Aegerter disse...

Nossa Lúcia, acabei de ver que vc esteve lá na Saia, rs.

Bjos

Beth/Lilás disse...

Muito bom o texto e este tipo de taxista foi o que meu marido pegou esta semana quando saia do aeroporto e um trânsito medonho quase tragou o carro do homem. Mas, ele calmamente disse ao meu marido que se ele fosse se estressar toda hora do seu dia, no final ele estaria num hospital com algum problema no coração.
É isso aí!
bjs cariocas

Cristina Pavani disse...

Lúcia! Adorei!
vou pensar em não ser o caminhão acumulando lixo, todavia até não é má ideia sermos os lixeiros...
Os daqui passam numa felicidade, que os espio todo sábado cedinho!
Parece a escola de samba na avenida. Que profissionais felizes, desprendidos, brincando em volta do caminhão!
Um abraço.

Ana disse...

Eu acho que algumas coisas fazem sentido em alguns momentos e em outros, não.
Ou seja, precisamos nos identificar com as situações para aprendermos com elas.
Quanto mais desarmados, mais tiramos proveito.

Taia Assunção disse...

Gostei disso, ando meio sobrecarregada e as vezes me aborreço. Sei que tudo vai dar certo, que estou dentro dos meus prazos, mas a correria é grande demais. Ando sem paciência com a falta de educação alheia, deve ser saudades do Congo, minha redoma...kkkkkkkkkkkk. Vou passar uma semana com meus pais e não vejo a hora, serão dias calmos, jogando cartas com o meu velho. Beijocas!

Nina disse...

Ja tinha lido esse texto. E ele está coberto de verdade. perder tempo se estressando? pra que?? normalmente só causa ainda mais problema, ne?

Sandra Portugal disse...

Perfeita mensagem!
Sabe para quem quer fazer pesquisa de campo e escrever um livro, as lições que aprendemos com os taxistas seria um belo tema de livro! Existem vários taxistas iluminados e que nos ensinam muito da vida, pois são testemunhas da vida como ela é!
Passei aqui nesse 1o. de dezembro para desejar um mês de festas repleto de amor, de alegrias e de renovação de Fé, de esperanças e de sonhos!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

Liliane disse...

Lúcia
que bonita atitude do taxista.
Conhece bem sobre o ser humano e não se mistura com o lixo de ninguém.
Bacana.
bjs.