Ela anda por aí, bem perto...

"A luta ansiosa pela felicidade
é o que dá infelicidade a muita gente." 

(Prof. Hermógenes)


Li hoje, no FB da amiga Maria Izabel. Uma frase impactante. Realmente, enquanto procuramos uma felicidade que é apenas uma idealização, deixamos passar a "verdadeira" felicidade.
Que é...qual mesmo?
Ser feliz passa, para mim, por ter uma estabilidade (emocional, principalmente), saúde, os que amo estarem igualmente bem.
Quantas vezes está tudo ótimo com você, mas um filho, ou um irmão, um amigo, a mãe, o pai, um vizinho...enfim, alguém querido passa por uma dificuldade e lá se vai nossa alegria, junto com a alegria deles?
Felicidade, como qualquer sentimento, é subjetiva. O que me faz feliz pode não ser o que o faz feliz. E vice-versa.
Às vezes buscamos a felicidade em algo material. Não é tão comum se dizer que "melhor chorar em Paris do que em casa?" . Se estamos felizes ou não, o sentimento está dentro, não fora de nós e o carregamos para onde formos.
Ser feliz, para mim, é estar estável, financeiramente. Podendo pagar o que quero, o que preciso, sem fazer dívidas. Claro que comprar à prestação não é estar individado. O importante, ao comprar, é planejar para saber que terei o dinheiro do parcelamento rigorosamente em dia, no vencimento.
Ser feliz é estar saudável, não há nada que desestabilize mais uma vida do que perder a saúde. Enquanto a temos, tudo o mais é fácil, viver é realmente lutar e para isso temos que ter força física, vigor, que só a saúde nos dá.
"Felicidade é um momento que dura uma eternidade. Se durar mais que um momento, já não é felicidade".
Uma frase com  a qual não concordo, pois felicidade dura o tempo que quisermos. Dura uma vida inteira, dependendo de como encaramos a vida.
Felicidade é o canto do passarinho, o latido do seu cãozinho, o miado do seu gato, o tic-tac do relógio anunciando as horas passando e o momento esperado chegando, as folhas de outono atapetando o chão,o riso da criança, a figura de um velhinho, o abraço da vovó, o beijo da mãe e do pai, o abraço do amigo, o cheiro de terra molhada, a chuva caindo mansamente, o sol brilhando sem queimar, o riacho que se encontra com o rio, que vai dar no mar, a flor que brotou nessa manhã, a fruta colhida no pé, as flores da primavera,um voo de asa-delta, os pés firmes no chão, o resultado do vestibular ou de um concurso, o diploma na mão, um "sim" que se esperou, os primeiros passos do filho, o vestido vermelho tão desejado, uma praia deserta,o primeiro baton só seu, o "não" àquele resultado de exame, o primeiro beijo, o primeiro amor, o vento de agosto, a neve, um passeio ao zoológico, um passeio de bicicleta, um livro nas mãos - uma lista infindável de situações e momentos.
A felicidade é um estado de espírito. Tão somente. Não depende de nada, nada. 
É apenas para ser sentida, percebida.

(Renoir. Rosas e jasmins)

18 comentários:

✿ chica disse...

Concordo contigo! A felicidade está nas coisinhas para alguns até bobas, do dia a dia.

Se quisermos complicá-la, aí ela custa bem mais a aparecer,né?

Vamos de pouco em pouco sendo felizes. beijos,lindo teu texto! Ótima semana,chica

Beth/Lilás disse...

Oh que linda pintura! amei!
Lúcia, tens razão!
Neste feriado, na companhia dos meus queridos, pensei nisso enquanto via minha irmã fazendo um arranjo natalino pra mim e minha mãe,sentada numa cadeira de balanço, toda felizinha, rindo, pegando os enfeites nas caixas, descobrindo cada um e adorando. Eu adorei mais ainda, porque sei que aquele momento foi de pura comunhão e harmonia entre nós, talvez se repita mais algumas vezes e eu torço para isso, mas ali fiquei tão feliz e elas também, curtimos juntas e isso é o que importa no final de tudo. Como você bem elencou, saúde, estar bem emocionalmente, todos a quem amamos felizes, são coisas preciosas demais.
um grande abraço, carioca


Calu disse...

Sem sombra de dúvida, Lúcia, a dona felicidade está em nós, em cada olhar e sentir acerca do mundo e dos fatos que nele vivemos.
Cada ítem de tua lista contempla lindamente o que chamamos felicidade, pois,como vc, a encontro nas essências belas da vida;na saúde, na tranquilidade, no bem-estar nosso e de nossa família,nas alegrias de cada dia que podem vir no riso de um neto,no carinho dos filhos, no abraço das amigas, na natureza...
Somos felizes, eu, vc e muitas que como nós recebem estas bençãos de felicidades todos os dias.
Tenha uma semana cheia de bençãos.
Bjos,
Calu

Cristina Pavani disse...

É, meninas!
Na altura de meus 48, felicidade é ter um cotidiano de serenidade...
Um abraço sereno!

Nina disse...

Tbm nao concordo, é claro, com a frase em negrito, nada a ver, bobagem, felicidade está simplesmente, ou na está, é ou nao é. E claro que concordo contigo Lucia, é mt complicado a gente estar bem vendo os outros ao redor, mal.

Mas é a vida, ne? Nem tudo pode ser perfeito sempre...

Luciana Klopper disse...

Perfeito, no momento que li seu texto me senti feliz, felicidades são momentos que não podem passar despercebidos!

ML disse...

Mas que post LINDO, Lúcia!
Realmente, felicidade pode ser um momentinho tão simples...
Fiquei feliz em ler um post tão positivo quanto este seu. VALEU!

bjnhs

Misturação - Ana Karla disse...

Também concordo.
Felicidade dura para sempre.
Porém nas coisas materiais não existe felicidade, apenas falta mente fresca.
Saudades dona Lu.
Xeros

Anônimo disse...

Lindo!!!
Só não entendi o não ao resultado de um exame"
AMA!

Pitanga Doce disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pitanga Doce disse...

Ai Lucia, em tempos em que tantos blogs andam fechando suas portas e as trocando por janelas no facebook, te ver voltando é muito bom.

Olha, felicidade é o que se tem nas mãos hoje. É o que se pode alcançar. O complicado é que a vida, por vezes, a coloca na prateleira mais alta e nem com um banquinho chegamos lá. hehe

Beijos e muito bem vinda. Mas pelo que vejo, eu é que te descobri mais tarde que os outros.

Vou te linkar, sim senhora. Isto aqui é imperdível.

Heloísa disse...

Linda reflexão, Lúcia.
Na verdade, a felicidade está, mesmo, em nós. Na forma como encaramos a vida, na forma como enxergamos o que nos rodeia.
Lembro que, quando minha filha fez 15 anos, escrevi para ela uma carta de felicitações e, num trecho, escrevi: "que você saiba ser feliz."
Beijo.

Pitanga Doce disse...

Desculpa Lucia mas o meu blogger anda duplicando tudo o que escrevo, mas eu venho aqui e retiro ou tu mesma o podes fazer, tá bem?

beijos da Pitanga

Socorro Melo disse...

Oi, Lucia!

Penso que cada um tem seu conceito de felicidade...
Eu percebo a felicidade como uma disposição de espírito. È algo de dentro da gente, independente do exterior. Há pessoas simplórias, humildes e pobres, que são felizes, enquanto outras, ricas de bens materiais, são vazias e infelizes...
Felicidade, pra mim, é acima de tudo, viver com Deus, pois o resto, Ele dá por acréscimo...

Um grande abraço, querida
Socorro Melo

Kellen Bittencourt disse...

Oii Lucia, ótimo texto, acho que felicidade é uma construção de fatores e sobretudo de momentos que nos fazem bem, mas creio ser possível sim sermos felizes uma vida inteira ou a maior parte dela, no entanto é preciso ter muita sabedoria p valorizar pequenos momentos! Bom estar novamente por aki depois de uma breve pausa, passei por BH, cidade linda, gosto muito! Bjoooss

pensandoemfamilia disse...

Felicidade é subjetiva e é interna.
Lindo quadro em imagem.
bjs

Cissa Branco disse...

Lúcia,

Valorizo muito meus momentos, mesmo pequenos, pois são significativos, fico feliz em poder cultivá-los. Estar em sintonia em todos os aspectos da vida é essencial e me faz feliz, mas nem sempre é possível, então tento contrabalançar, mas sempre fico com aquele medo de estar bancando a Polyanna.

Difícil isso, né?! Hoje não busco a felicidade, pois ela está comigo, busco o equilíbrio para poder perceber a riqueza que tenho a minha volta, quer seja financeiro, emocional ou qualquer outro. Adorei o texto, parabéns!
Beijos

Luma Rosa disse...

O mal das pessoas é comparar a felicidade com um orgasmo, um momento de êxtase! E felicidade é apenas sentir paz.

Você sai da paz quando alguém querido passa por dificuldade, quaisquer que seja ela e assim também sou. Não sou feliz sozinha!

Beijus,