O jogo do amor

 (* sobre a imagem Google)
Vista seu melhor vestido, ou o que mais gostar.
Tome um banho e deixe no ar o perfume do sabonete e do shampoo.
Deixe os cabelos úmidos, soltos, com o cheiro presente no ar.
Coloque as crianças pra dormir, que hoje é dia de amar.
Amar o vento que entra pela janela aberta.
Amar o silêncio relativo da noite.
Amar a chegada do amado.
Não beba nada, o álcool embota os sentidos e o que parecia relax vira sono...
Prepare uma comidinha leve, rápida.
Deixe a natureza agir, com seus cheiros, seus contornos.
Talvez não tenham palavras, é tudo muito igual, muito cansativo.
Basta fechar o olhos, encostar um no outro e deixar o calor agir.
O calor de um abraço, melhor sem palavras, sem porquês.
Abra os olhos e o coração para o amor, por mais cansativo que tenha sido seu dia.
Amor aquece melhor que o calor do dia.
Amor relaxa melhor que horas de sono.
Amor faz bem pra pele, pra razão, pra rotina.
Amor não se perde num dia de trabalho, nos afazeres sem fim, nos filhos que demandam urgências.
Amor só fortalece.
Não seja meu amigo.
Seja sempre meu amor.


(* Amar é, antes de tudo, compartilhar. Acho a imagem da Dama e o Vagabundo linda. Compartilhar as alegrias, as atribulações, os êxitos, os fracassos. Amor não é amizade, mas é companheirismo. Não há dinheiro no mundo que  tenha o mesmo valor de um abraço ao chegar em casa, um beijo mesmo que rápido, selinho, compartilhado com outras boquinhas ávidas de saudade. Não perder o foco, nunca. O amor soma, multiplica, divide, só  não pode diminuir).

12 comentários:

✿ chica disse...

Uau!!!Que linda e inspirada hoje!!! Adorei e é assim mesmo.Nada melhor do que um amor, de preferência já velho amor, onde tudo já está adaptado e arrumado... Esses tempos ouvi de uma moça apenas separada que estava namorando.Disse que é um pé no saco, aguentar o período de conhecimento, tuuuuudo de novo, uma não sabe o que o outro quer e gosta.

Também imagino que não teria mais paciência,rsrs beijos,chica

Lindalva disse...

clap clap clap...uma postagem enebriante... Sou a Lindalva da Ilha e moderadora do Ostra da Poesia. Vim firmar que o teu voto 6º Pena de Ouro foi computado com sucesso. Beijos perfumados!

Brechique da Dodoca disse...

Tive um casal de amigos que era lindo de ver! Ele costumava sempre dizer que não entendia as puladas de cerca dos amigos, que fazer sexo com a mulher que casara (na época) há quinze, dezesseis anos, era tão melhor! Já se conheciam tanto que não precisavam de palavras ou vergonhas ou disfarces. Com ela, ele podia ser ele mesmo e vice versa.
Penso que não era só isso que ele queria dizer, na verdade, ele falava de tudo isso que a maturidade de uma relação carrega.
Saudades do Paulo, saudades da Valéria, saudades do casal que foram. Lindo exemplo e certeza deste amor que tanto se fala e poucos acreditam.
Bela postagem, Lucia, parabéns.
Bjssssssssssssss, quérida!

ML disse...

Amei seu texto - como sempre, me pôs pra pensar...

bjnhs

Lu Souza Brito disse...

Ahhhhhhhhh, que lindooooooo!!!
Tão bom não deixar que o Amor seja atropelado pela loucura da vida, do dia a dia.
'Amor só fortalece'. Verdade Lucia. Amei ler este post tão inspirado logo cedo.
Bjos

VIVIAN!!! disse...

Lindo!!! Eu penso que o verdadeiro amor é exigente, implacável, e, ao mesmo tempo, infinitamente delicado. bjs boa semana!!!!

Isadora disse...

Oi Lúcia que lindo. Manter o amor mesmo diante de tantas exigência, das demandas de casa, do trabalho, dos filhos... Tantas necessidades e urgências, mas assim é e ainda assim o amor sobrevive. O amor maduro é companheiro, não requer coração aos pulos todos os dias. Me agrada muito o amor calmo e tranquilo de todos os dias, e por algumas vezes aquele que causa rubor. Compartilhar tudo e conseguir seguir pelo mesmo caminho, para mim é o que devemos buscar. Um beijinho

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Lúcia, vim dar uma olhada no seu novo blog e gostei muito. Nem vou segui-lo. Vou persegui-lo, rs...rs.
Obrigado por estar acompanhando o meu blog. Seja sempre bem acolhida por lá.
Bjos.
Manoel.

Roberta Salvanhini disse...

Que lindo Lúcia, perfeito! Vc anda inspirada... Beijim bom sábado e vou seguir sua dica!

O que tem na nossa estante disse...

Lucia você me fez ri!!! Li o texto rindo, eu amo quando isso acontece! Sim, precisamos de mais amor, de lembrar que é preciso amar \o/ Obrigada por compartilhar \o/

Cheros, Jaci. :)

Brechique da Dodoca disse...

Oi, querida!
Só posso reafirmar, mais do que nunca, o que disse no comentário de 2012!
Tb fiquei nostálgica!
Bjsssssssssssssssssss, quérida!

Cláudia Soares disse...