Goiabada com queijo

 Nem a goiabada é só de Minas, nem comer goiabada com queijo é coisa só de mineiro.
A dupla famosa tem origem búlgara, segundo me informa a Wikipédia. Mas o nome "Romeu e Julieta" foi dado por Maurício de Souza, na década de  1960, num anúncio para a Cica. 

 A goiaba é uma fruta tropical, mais comum no Brasil e nas Antilhas. O nome é indígena, claro, derivado de guaiaba.
Mas o queijo, ah! esse tem que ser o de Minas, patrimônio reconhecido mundialmente.
O queijo Minas artesanal, feito com o leite cru, não pasteurizado, é patrimônio de Minas, sendo amplamente fiscalizada sua comercialização fora do estado. (Patrimônio cultural imaterial brasileiro pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan -, em 2008).
Verdade seja dita, o queijinho de cada dia, para muitos indispensável, está muito caro, sendo encontrado de 18,00 a 27,00 o kg, e como um bom queijo sempre pesa mais de 1 kg, não sai barato tê-lo à mesa diariamente.
Bom saber que a  fabricação de queijo é uma tradição diária nas regiões produtoras. Apenas na sexta-feira da Semana Santa ele não é feito, quando o leite é distribuído na vizinhança e destinado ao doce de leite e às quitandas.  Isso é coisa de mineiro, né? Guardar os dias de devoção.
Embora tão apreciado, não é distribuído no Brasil inteiro nesta forma pura. 
E a famosa dupla goiabada com queijo, ou "romeu e julieta" agrada a todo mundo, afinal.
Ou não?
           O famoso queijo curado (casca mais firme, amarelada). Ideal para se fazer o pão de queijo.

                 Cafezim fresquim, passado na hora, pedacim de queijo, trem bão dimais da conta, sô!

(Este texto foi escrito em 13/02/2012, no blog EmQuantos. Imagens Google))

12 comentários:

Ana Paula disse...

Ai que eu amo um romeu e julieta acompanhado de um café passado na hora com boa prosa!
Tem um documentário sobre o queijo, infelizmente eu não assisti, será que você conhece? "O mineiro e o queijo".
Nunca imaginei que Maurício de Souza nomeou o casamento! Bom aprender!

Lúcia, quanto àquela "brincadeira" da qual falei no blog, também não gosto e digo para os meninos ficarem longe disso. Acho que tem coisas que não se devem mexer.
Beijo!

Luma Rosa disse...

Oi, Lúcia!
Sempre que vou à Minas trago o meu estoque de goiabada de colher. Trago queijo mas em menor quantidade. Não acho que fiscalizem os queijos vendidos como mineiro fora do estado... Os queijos vendidos no comércio daqui tidos como mineiros são horríveis.
Gosto de passar uma camada fina de goiabada de colher no pão e por cima uma fatia de Queijo Minas... Para acompanhar, cafezim... Moído e feito na hora. Ah, também trago os grãos da terrinha.
Das coisas típicas de Minas, até o pão de queijo anda adulterado. Tem muita gente comendo batata em lugar de queijo.
Beijus,

Lúcia Soares disse...

Os queijos artesanais só saem daqui certificados, Luma. Não devem ser fiscalizados os que chegam adulterados, em todo lugar. Queijo minas, legítimo, nunca é fácil de encontrar. Beijo.

✿ chica disse...

Lúcia, sabes que não como goiaba nem morta,rs Desde que uma vez, ao dar uma dentada numa(era criança ainda) vi aqueles bichinhos,rs..CREDO!!"

Mas a goiabada adoro e aliás estou numa fase dela novamente! E com queijo? ADORAMOS! Lindo teu post e o queijo tá mesmo bem carinho! Lindo fds bom te ler! bjs chica

Licia Dutra disse...

Oi Lúcia,lendo o comentário da Chica,preciso também contar um causo rsrs.Também sou traumatizada com goiaba,quando eu era criança meti na boca uma goiaba madura,dessas bem vermelhinhas,tirei uma boa mordida mastiguei,engoli e quando fui olhar para dar a segunda mordida a diaba estava cheia de metades de bichinhos,kkkkkkkkk...nem preciso falar aonde foram parar a outra metade dos bichos né? kkkkkkkk. Bom,desde desse episódio só como goiaba semi verde e toda fatiada. Adoro queijo com goiabada! Não sei se já comi o verdadeiro queijo de Minas,mas como goiabada com qualquer queijo,para mim qualquer um fica ótimo! Bjsss.

Lúcia Soares disse...

Encontrei os comentários da época e não resisti em trazê-los para cá. Por onde anda a Inaie, que não aparece mais? Pelo menos no meu blog.

Inaie13 de fevereiro de 2012 03:18
Por favor, nao me apedreje. adorei a historia mas nao gosto nem de queijo mineiro nem de goiabada. E nasci a menos de 10 km de Minas.

Ah coisa feia isso...



✿ chica13 de fevereiro de 2012 07:20
Hmmmmmmmmmmmmmmm...Delícia isso! Adoro!!!beijos,linda semana,chica


Pandora13 de fevereiro de 2012 09:53
Painho vez ou outra viaja para o Sudeste a serviço de uma empresa, sempre que passa por Minas traz esse queijo curado... huuuuummmmm... Eu não sabia que ele era ideal para pão de queijo, da próxima vez vou tentar uma receita!!! E a goiabada daí é mais consistente, grossa, uma deliciaaaaaaaaaaa!!!

Adoro!!!


VIVIAN!!!!!!13 de fevereiro de 2012 11:07
Deu agua na boca uai!!! bão demais sô!!!!
Há 13 anos, eu "virei" mineira rsrsrs, e o queijo com goiabada não pode faltar lá em casa também, o maridão é mineiro nato e adora esse "romeu e julieta" e eu entrei nessa né só q engorrrrrrrrrrrrrrrrrdaaaa por demais então tenho q maneirar!!!! bjs bjs



Ana Seerig 13 de fevereiro de 2012 11:25
É, queijo com goiabada não é só em Minas não... Mas aqui no RS, nada melhor que um queijo serrano. Uma maravilha fácil de se achar aqui no interior de Caxias do Sul e que boa parte da minha família materna faz. Mas pela foto, é parecido com esse queijo cascudo...
Deu vontade... E agora?



Socorro Melo 14 de fevereiro de 2012 15:39
Oi, Lúcia!

É trem bão, mermo! Adorei saber mais sobre o queijo de minas, e achei interessante essa forma de guardar os dias santos, distribuindo o leite para a vizinhança. Nunca fui a Minas, mas,gosto do que leio sobre os costumes dos mineiros. Um dia quero conhecer, e provar das delícias, na fonte, rsrs
Romeu e Julieta? Gosto muito.Achei legal saber que o Maurício de Souza é que batizou assim, queijo com goiabada, rsrs
Lindo post, amiga!

Abração
Paz e Bem!
Socorro Melo


SONINHA 20 de fevereiro de 2012 00:52
É boa demais essa dupla!!!!
Beijocas!



Aleska 6 de abril de 2012 22:52
HUm........! amo muito tudo isso!

Allan Robert P. J. disse...

Pois é, Lúcia,
Por aqui é muito comum comer queijo com geleias ou frutas. Mas nada que mate a minha vontade de comer um bom queijo mineiro com goiabada caseira.
:)

Cristina Pavani disse...

Sabe que sou quaaaaase mineira "quinen ocê", Lucinha.
Adoro goiabada cascão feita em casa no tacho de cobre. Amo nosso queijo frescal extraído das vaquinhas da serra - que aqui não é de Minas, mas quase.
Entretanto, se você me servir, comerei o queijo "cun cadin" de pão caseiro e deixarei a goiabada para sobremesa. Juntinhos assim, não!
Nunca me apeteceu misturar salgado com doce, nem pão recheado algo adocicado - tipo geleias.

Um abraço com cheirinho de Romeu e Julieta!

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Lúcia
Hoje vou ao mercado e não posso deixar de comprar a goiabada pois morro de vontade de comer o famoso romeu e Julieta há dias... rs...
Agora, vejo seu post e me delicio só em olhar...
Bjm fraternal

Marly disse...

Oi, Lúcia,

Que post gostoso! rsrs. Eu não sabia que o nome Romeu e Julieta, para o queijo com goiabada, tinha sido dado por Maurício de Souza. Acho que a dupla merece mesmo o nome, pois combinam bem demais.
Quantos aos maravilhosos queijos de Minas, esses eu conheço muito, rsrs. Nunca posso ir a BH, por exemplo, sem trazer uns bons queijos da Serra da Canastra e algum "curadim", pra fazer pão de queijo.

Um beijo e bom feriado

Daiane Aline disse...

Delicia!amo demais!!!
Bjuss!!!

Maria Gloria D'Amico disse...

Goiabada com queijo tem a origem húngara! Que bacana Lucia!
Adorei esta tua publicação, as fotos são convidativas ... deu vontade de pão de queijo amore s2 deu vontade de ir no Mercado Central de BH.
Boa noite e um beijinho.