Escrever bem é preciso

 Este texto bem humorado circula na internet e o  jeito com que foi escrito pode ensinar mais do que uma aula formal. São dicas preciosas para quem gosta de escrever. Muito se tem falado, no Facebook, dos erros primários que têm aparecido, pessoas que não se preocupam com a maneira correta de escrever as palavras. Quando falamos, algum erro pode passar desapercebido, mas quando escrevemos é fundamental que as palavras tenham a grafia correta. É nossa língua pátria, não é para inovar nas palavras, elas existem há centenas de anos, não podem ser mudadas ao nosso prazer.
E um texto bem escrito, limpo, leve, com ideias bem definidas, é muito melhor de ser lido.
Leve a sério as dicas, mesmo elas sendo feitas em "tom" de brincadeira.

20 dicas para escrever bem

1. Evite repetir a mesma palavra, porque essa palavra vai se tornar uma palavra repetitiva e, assim, a repetição da palavra fará com que a palavra repetida diminua o valor do texto em que a palavra se encontre repetida!

2. Fuja ao máx. da utiliz. de abrev., pq elas tb empobrecem qquer. txt ou mensag. que vc. escrev.

3. Remember: Estrangeirismos never! Eles estão out! Já a palavra da língua portuguesa é very nice! Ok?

4. Você nunca deve estar usando o gerúndio! Porque, assim, vai estar deixando o texto desagradável para quem vai estar lendo o que você vai estar escrevendo. Por isso, deve estar prestando atenção, pois, caso contrário, quem vai estar recebendo a mensagem vai estar comentando que esse seu jeito de estar redigindo vai estar irritando todas as pessoas que vão estar lendo!

5. Não apele pra gíria, mano, ainda que pareça tipo assim, legal, da hora, sacou? Então joia. Valeu!

6. Abstraia-se, peremptoriamente, de grafar terminologias vernaculares classicizantes, pinçadas em alfarrábios de priscas eras e eivadas de preciosismos anacrônicos e esdrúxulos, inconciliáveis com o escopo colimado por qualquer escriba ou amanuense.

7. Jamais abuse de citações. Como alguém já disse: “Quem anda pela cabeça dos outros é piolho”. E “Todo aquele que cita os outros não tem ideias próprias”!

8. Lembre-se: o uso de parêntese (ainda que pareça ser necessário) prejudica a compreensão do texto (acaba truncando seu sentido) e (quase sempre) alonga desnecessariamente a frase.

9. Frases lacônicas, com apenas uma palavra? NUNCA!

10. Não use redundâncias, ou pleonasmos ou tautologias na redação. Isso significa que sua redação não precisa dizer a mesmíssima coisa de formas diferentes, ou seja, não deve repetir o mesmo argumento mais de uma vez. Isso que quer dizer, em outras palavras, que não se deve repetir a ideia que já foi transmitida anteriormente por palavras iguais, semelhantes ou equivalentes.

11. A hortografia meresse muinta atensão! Preciza ser corrijida ezatamente para não firir a lingúa portuguêza!

12. Não abuse das exclamações! Nunca!!! Jamais!!! Seu texto ficará intragável!!! Não se esqueça!!!

13. Evitar-se-á sempre a mesóclise. Daqui para frente, pôr-se-á cada dia mais na memória: “Mesóclise: evitá-la-ei”! Exclui-la-ei! Abominá-la-ei!”

14. Muita atenção para evitar a repetição de terminação que dê a sensação de poetização! Rima na prosa não se entrosa: é coisa desastrosa, além de horrorosa!

15. Fuja de todas e quaisquer generalizações. Na totalidade dos casos, todas as pessoas que generalizam, sem absolutamente qualquer exceção, criam situações de confusão total e geral.

16. A voz passiva deve ser evitada, para que a frase não seja passada de maneira não destacada junto ao público para o qual ela vai ser transmitida.

17. Seja específico: deixe o assunto mais ou menos definido, quase sem dúvida e até onde for possível, com umas poucas oscilações de posicionamento.

18. Como já repeti um milhão de vezes: evite o exagero. Ele prejudica a compreensão de todo o mundo!

19. Por fim, lembre-se sempre: nunca deixe frases incompletas. Elas sempre dão margem a


As dicas terminam aqui, no número 19. Certamente, mais uma brincadeira do autor.


(JB Oliveira - A autoria dessas dicas é atribuída a ele. Mas como não tenho certeza...Procurei por ele, encontrei um blog ótimo. Fiquei fã. http://blogdojboliveira.blogspot.com.br/)

16 comentários:

✿ chica disse...

Muito legal e bem humorado!! Gostei e bom tu , na pesquisa, achar um bom blog ,né?

beijos, lindo dia! chica

Astrid Annabelle disse...

Adorei e aprendi!
Não que eu não tivesse aprendido na escola...apenas, como faz tempo que isto aconteceu, é bom recordar!!
Hehehehe...gostei muito!
Principalmente dessa frase horrorosa:
" Abstraia-se, peremptoriamente, de grafar terminologias vernaculares classicizantes, pinçadas em alfarrábios de priscas eras e eivadas de preciosismos anacrônicos e esdrúxulos, inconciliáveis com o escopo colimado por qualquer escriba ou amanuense."
Um beijão para você Lúcia.
Astrid Annabelle

Roberta Salvanhini disse...

Hahaha. Muito, muito legal mesmo! Menina, nesse facebook a gente encontra cada coisa.
Vou compartilhar esse post maravilhoso.... beijo amore, ótimo dia!

Lia Gloria disse...

Muito bom. Já arquivei, para passar para os meus filhos. Vou levar para o cursinho, para a aula de redação. O professor vai amar.

bjs

Marly disse...

Oi, Lúcia,

Já havia rido com este texto também, rsrs. É verdade, escrever bem, transmitindo idéias compreensíveis é fundamental. Honrar as regras da gramática e ortografia também, rsrs.
No entanto, sempre faço questão de frisar que a língua é coisa viva, que vai mudando. Esta é a razão de o nosso português já ser tão diferente do que se fala em Portugal, rsrs.

Um beijo

Élys disse...

Uma forma divertida de ensinar. Gostei muto.

Heloísa disse...

Lucia,
Muito criativas, essas dicas.
Eu ainda não as conhecia.
Beijo.

Pepa disse...

Oi Lucia, é a Vi, apesar de ler muito, e desde criança, nunca tive facilidade com a gramatica, com acentos e etc..
Teve uma professora que chegou a me chamar de retardada, e eu tinha só 7 anos, dai que não aprendi mais nada mesmo, fiquei com ódio dessa matéria e daquela "suja", que devia exercer qualquer profissão, menos ser professora..
Conclusão, muitos brasileiros são ignorantes porque não encontraram em sua vida pessoas vocacionadas para ensinarem, e isso quando se tem condições de ir a uma escola..
Por isso que eu amo o Google, ele corrige meus erros mais graves..kkkk, e colabora com a inclusão social de todos.
Muitos beijos,Vi

Beth/Lilás disse...

Oi, Lúcia!
São ótimas e bem humoradas estas dicas.
Mas, o que vemos por lá e por aí afora, é muita gente sem noção primária e dói os olhos ver certos erros, principalmente a tal troca do 'mas' e 'mais'. Na verdade, acho que não estão nem aí pra isso também, tudo tem que ser rápido e sem cuidados.
um beijo carioca e bom fim de semana.


ML disse...

Bacanérimo, Lucinha! Eu peco em todas as dicas de "como não fazer". Ficando de olhos bem abertos daqui por diante.

Mas, certamente, já errei "arriba" : > )))

bjnhsssssssssssss

Ótimo final de semana, Querida!

Socorro Melo disse...

Oi, Lucia!

É um excelente texto, realmente. Já vou cortar alguns vícios que nem percebia que fazia uso deles com tanta frequencia, hehehe
Passei pra deixar um abraço, desejar a paz, e dizer que voltarei mais vezes, se Deus quiser

Beijos
Socorro Melo

Teresinha disse...

Olá Lúcia,
Gostei muito das dicas.
Beijos mil

Allan Robert P. J. disse...

Pois eu tenho um problema: falando, lendo e escrevendo o dia todo em italiano, acabo esquecendo o nosso querido português.

Já me incomodei muito com quem escreve errado, mas acabei entendendo que nem todo mundo aprende da mesma forma e descobri muita gente inteligente escrevendo errado (e eles nem ficaram menos inteligentes por isso).

:)

Lu Souza Brito disse...

Muito bom! E divertido.

Um beijo Lucia.

Misturação - Ana Karla disse...

Vivendo e aprendendo.
E quando aprendo e passo despercebida?
Lúcia, sou pedagoga e muito cobrada. Quando erro é como se uma bomba atômica caísse em cima de mim.
Mas não me deixo inibir e vou seguindo dando o melhor que posso.
Adorei essas dicas cheias de humor.
Xeros

Agora Somos Três disse...

Olha Lucia, as dicas serviram pra mim. Ultimamente escrevo um post e depois de alguns meses releio e vejo uma quantidade de erros!!! O pior é que ultimamente o "portunholE esta querendo tomar conta... (olha os três pontinhos ai, rsrs)

Criar um filho bilingüe não é fácil e eu a cada dia que passa me mais perdida.

Bjus
Ta