Vai com Deus!

 *03/11/1950 - +08/09/2012

 Carlos Eduardo,
Vivemos juntos, cumprindo um tempo e uma missão.

Inteligente, artista, desenhista de mão cheia, com muitas ideias, muito namorador, acho que os cabelos ruivos eram um charme a mais. E a "conversa mole", o saber conquistar, a capacidade de envolver.
Um guerreiro. Um "herói", um "bandido", um ótimo filho, quando sereno.   Ou, melhor dizendo, um homem com qualidades e defeitos, como todo ser humano. Só usei as palavras entre aspas numa referência à música do Fábio Jr. que tão bem mostrou as contradições humanas, mesmo entre os que se amam tanto.
AMA! Em alguns momentos, muitos, nos dissemos que nos gostávamos. Sei que tinha muito carinho por mim. Não diferente, não maior, mas sabia que eu sabia compreendê-lo, embora nunca aceitasse.
Não quero me encontrar com você por agora. Claro que não. Vou ver seus netos, por você.
Mas qualquer dia, irmão, seja em que tempo for, a gente volta a se encontrar. 

(O texto abaixo foi escrito por outro irmão. Estamos no calor da dor, no meio do redemoinho, mas vai passar.)


Quando eu morrer, saiba que serei estrela.
Brilharei entre infinitos sóis distantes, como cada um dos sóis que me lembram os que já vi partir levando consigo um pedaço de amor que lhes tenho, agora estrelas.
Quando eu morrer, minhas crenças ainda terão sido as mesmas de tantos que, próximos a um tempo qualquer de tantas vidas e da minha que então partir, viveram amores, viveram esperanças, viveram alegrias e viveram a certeza de que um dia, habitarão o infinito que pertence ao único Deus capaz de criar e sustentar o infinito que habitarei.
Quando eu morrer, não peço que esqueçam as mágoas que por ventura houver. Mas quando eu morrer, espero que não haja mágoa a ser lembrada.
Quando eu morrer, do corpo que ora habito não mais precisarei, e dele façam o que melhor puder ser feito: que seja doado, que seja enterrado, que seja cremado.
Quando eu morrer, não quero que alguém pense que as ausências magoarão: estarei ausente do rito que houver, não verei ou ouvirei os choros, se houver, não me molharão lágrimas, se houver.
Quando eu morrer, não quero que pensem no que eu possa ter sofrido: quem parte na esperança do encontro com Deus, parte confortado por anjos e santos, feliz.
Quando eu morrer, não quero que doam saudades, mas apenas que brilhem as estrelas. 

(CJSF 9/9/12)

Recebi um e-mail da Georgia, consolando-me. Respondi a ela, contando um pouco do que o Carlos passou, com sua luta contra o câncer de pele. Ela me respondeu com mais carinho ainda e num determinado momento disse:
"Carlos com certeza foi o teu irmao mais forte embora todos os vissem o mais frágil. Aos olhos de Deus ele era o que mais estava preparado para passar por este caminho."  


32 comentários:

Meri Pellens disse...

Sinto muito.
Um primo meu partiu hoje tbm. Mais jovem que eu. Muito triste. Oremos uma pela outra... Bjo.

✿ chica disse...

Linda homenagem ao irmão que partiu. Meus sentimentos!beijos,chica

Beth/Lilás disse...

Oh, Lúcia, morte em família, que tristeza!
Meus pesares, e que teu irmão esteja na graça Divina, na dimensão da luz, na dimensão eterna.
beijos cariocas


Bombom disse...

Que esteja em PAZ!
"A Saudade é o que nos mostra que o tempo vivido valeu a pena"...
Um forte abraço para ti, amiga. Bjs. Bombom

Lúcia Soares disse...

17 anos depois da ida do Papai. Já não me lembrava que doía tanto!

Liliane Blog Sonhar e Ser disse...

Lúcia...
sinto muito, mesmo.
desejo paz e força para a família.
beijinho.
Liliane

Claudiene M.A. Finotti disse...

Oi Lúcia!

Nossa, só soube agora pela Liliane no Face. Não há o que dizer pra você se sentir melhor, mas deixo meu abraço, mesmo que virtual, e meu desejo que Deus conforte você e seus familiares.

É uma dor mesmo, mas vai passando com os dias e fica só a lembrança.

Fica com Deus!

Clau

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

sinto muito, muito mesmo. que Deus te de forças para suportar tamanha dor. deixo pra vc um abraço muito apertado e meus sentimentos...

Zilda Santiago disse...

Que Jesus lhes dê muita paz e serenidade neste momento de dor.Aguardar o reencontro é uma certeza!!!Bjsss

Liza Souza disse...

Ah, minha amiga! Como queria te dar um abraco bem forte nesse momento de dor. Dói muito, eu sei, mas sei também que Deus está ao nosso lado sempre, aliviando as dores, nos confortando, dando consolo. Que voce sinta o abracar Dele nesse momento dificil e que a paz Dele encha o seu coracao e o de toda a familia. Beijo grande!

Elaine Gaspareto disse...

Ah, Lúcia... sinto muito, nem sei o que dizer...Nunca perdi alguém próximo assim, tremo só de pensar em perder meus irmãos. Lamento muito mesmo, compartilho com você a tristeza desse dia.
beijos

She disse...

Ah minha querida! Sinto muito, mas, muito mesmo! Que Deus te dê forças e para a família toda! :( Sinta-se abraçada e beijo, beijo com carinho!
She

Clara disse...

Lúcia...

O que podemos dizer nesse momento? Nada!
Mas estamos aqui, pra te abraçar, pra te ouvir e pra compartilhar com vc essa dor, que é a dor maior que temos por aqui!
Que Deus esteja presente na sua família, os confortando.... e que receba com o carinho de um Pai amoroso, seu irmão querido.

Beijos, querida!

Beth/Lilás disse...

Querida Lúcia,
Estive aqui no primeiro dia em que postou sobre o ocorrido e deixei comentário, pelo visto o blogger comeu, mas retorno para saber como está, como tem aguentado com o coração, pois bem sei da dor enorme que é perder alguém tão próximo.
Muita força a você, seus irmãos e sua amada mãezinha.
um abraço apertado, carioca




Palavras Vagabundas disse...

Querida,
sinto muito sua perda!
Um abraço apertado.
Jussara

Brechique da Dodoca disse...

Boa tarde, Lucia...
Deus os abençoa, agora e sempre!
Bjsssssssssssssss, quérida!

Bombom disse...

Vejo que o comentário que te deixei ontem aqui, deve ter sumido...
Voltei de novo para te deixar um outro abraço, na esperança de que pudesse amenizar a tua dor...como se isso fosse possível!
Peço a Deus que receba teu irmão no seu seio de Luz e que derrame em toda a Família enlutada o seu Santo Espírito de Paz e Amor.
Um abraço carinhoso da Bombom

Calu disse...

Lucia,
receba meu abraço de pesar por sua perda.Rogo a Deus que a ampare assim como a todos os teus familiares.
Força, Paz e Bençãos.
Bjinho,
Calu

Heloísa disse...

Lúcia,
Só agora estou lendo essa notícia tão triste.
Meus sentimentos, meu abraço apertado.
Que Deus lhe dê força e conforto.
Beijos.

Astrid Annabelle disse...

Vim para te dar mais um abraço...
Beijos
Astrid Annabelle

Silenciosamente ouvindo... disse...

Dói sempre minha amiga, sempre.
Eu já perdi pai e mãe e fiquei
muito mais sozinha, muito mais
triste.
Beijinhos e bom fim de semana.
Irene Alves

✿ chica disse...

Lucia, também passei aqui no dia e o blogger engoliu, como o da Beth. Meus sentimentos pela perda!

Agora já te vi melhor, ainda bem, mais animada.

Adorei a interação, acabei de colocar no texto. beijos,chica

Celia disse...

Gostaria de poder abraca-la nesse momento dificil. Deus é Pai e dará forcas pra toda familia. Fica com Deus. Bj

Rachel disse...

Nem posso imaginar perder uma de minhas irmãs, perdi meu pai recentemente e perdi o chão, só digo para você que o tempo ameniza um pouco a dor. Ele está em paz agora, procure ficar você também!
Que Deus ampare você e sua família!
Bjuss!!!

Ana disse...

Lúcia Querida
Não sei o que dizer, porque sei da tua dor.
Então deixo o meu carinho e minha prece.

Eli Pechim disse...

Sinto muito, Lucia, nem consigo imaginar como deve ser doloroso perder alguem tao proximo. Muita forca para voce e sua familia. Um beijo.

Valéria disse...

Oi Lúcia!
Meus sentimentos!
Nestes momentos nada que dizemos diminui a dor, mas sinto muito mesmo e que ele descance em paz e Deus ampare todos vocês.
Um abraço carinhoso!

Nina disse...

Poxa Lucia, vi teu comment e nao acreditei, que barra! po... nao sei o que dizer, mas pelo que li lá comigo, vc sabe o que pensar, o que sentir.

Um abraco grande e que Deus abencoe e acalme seus coracoes.

Mt lindo o modo como teu outro irmao escreveu, quase uma poesia.

Luma Rosa disse...

Força aí!! Para você e para os seus!! Beijuzinhos...

Georgia Aegerter disse...

Ai Lucia, essas coisas doooooooooem, meu papai tb nao anda nada bem e pior é que eu nem posso dar uma chegadinha para estes lados. Ligo todos os dias, nos falamos, o suspiro é profundo...

Receba o meu abracos apertado e isso mesmo amiga, cuida, olha com carinho e amor, dê colo, de ombro para os filhos e netos que ele deixou.

Grande beijo

ML disse...

Lucinha:

Há umas semanas, fui na missa de 7º dia de um senhor e a filha leu um texto (da Internet) muito bacana. Dizia + ou - assim: "sou como um barco que partiu, distante desse porto, indo ao encontro do próximo e um dia a gente vai estar no mesmo lugar."
Achei lindo.

ABRAÇO!

Sílvia Gianni disse...

Lúcia,
deixo aqui o meu sentimento de pesar e tristeza pela sua perda e peço a Deus que dê forças à família para suportar essa dor. Fique em paz.
Abraços,
Sílvia.