Por momentos melhores

Navegando pelo Facebook, encontrei o texto abaixo. Como o mural era de uma amiga portuguesa, pensei que a autora do texto fosse de Portugal, o nome até sugeria. 
E vou à procura, como costumo fazer.
Ita Portugal (Itaneide Alves Bezerra Portugal) é brasileira, maranhense, pedagoga e escritora. 
Escreve com leveza e alma. 
E tem página no FB,  https://www.facebook.com/Ita-Portugal-579930102030799/

"Faça mais. Muito mais. 
 Faça pipocas, faça graça, tome sorvete. 
 Durma até mais tarde. Dê uma espreguiçada generosa.  Tome um banho demorado. 
 Ande de bicicleta. Compre flores. Ande descalça dentro de  casa. Vista uma roupa folgadona. Retire a maquiagem.
 Leia um livro. Escreva um poema. Coma chocolates.  Converse com amigos. Conte piadas.
 Pule poças d’água, suba as escadas no lugar de elevador.  Faça uma receita nova. Faça artesanato. Pinte um quadro  ou borde uma bagunça. 
 Escreva uma música. Invente um verso. 
 Faça uma boa ação. 
 Esqueça uma má ideia. 
 Retire a mágoa. 
 Despache a tristeza. 
 Por um dia, faça muitas coisas ou não faça nada.
 Troque a roupa, vire a página, mude o verso, atravesse a  calçada, equilibre-se na ponte, dobre a esquina, apague o  texto, enxugue as lágrimas, quebre os discos, rasgue os  bilhetes, troque a música, porque saudade não resolve as  ausências, não muda a estação e nem a situação. 
 Deposite a tristeza nos latões e não recicle sentimentos  imaginários. 
 Use e abuse do poder de recomeçar e experimentar. 
 Reaja, repense, reflita, mude, altere, reveja, aceite, revide,    resmungue, crie, pinte, borde, flutue, compre,guarde,  ofereça, ande, corra, levante-se, descanse. 
 Se faça feliz. 
 O depois é para amanhã. Faça uma loucura: ame!"

Aproveita o fim de semana para começar a praticar.

(Orquídea. Arquivo pessoal)



9 comentários:

✿ chica disse...

Texto lindo, leve, animador ! Bem escolhido,Lúcia! Adorei as orquídeas! beijos, ótimo e feliz fds! chica

Ana Seerig disse...

Daqueles textos que nunca ficam repetitivos e sempre são gostosos de ler.

Adorei!

Pepa disse...

Oi Lúcia, é a Vi, as vezes precisamos "distrair" a mente, fazendo algo fora do nosso padrão para podermos vencer a loucura que insiste em invadir nossa mente.
Boa semana,beijos,Vi

piteis da dinha disse...

Oi Lúcia!
O texto é sensacional, e eu fiquei feliz pq já faço algumas (até bastante) das coisas que o texto propõe, como por exemplo andar descalça em casa, e isso eu adoro, me sinto livre de verdade kkk
Quanto ao nhoque, vc tem razão, os dos restaurantes são horrorosos, eu tb nunca encontrei "unzinho" sequer servido ao meu gosto. O nhoque que eu faço, não é o melhor do mundo, mas com certeza é bem melhor que os encontrados por aí kkk
Obrigada pela visita!
Bjssss e uma semana abençoada p/vcs

Toninho disse...

Um lindo texto mesmo Lucia.
A vida pede de nós ações e que sejam para nos elevar,
que seja em direção ao bem estar derrubando barreiras
e estereótipos, porque o amanhã é tão distante mesmo.
Bela partilha e estimulo.
Na semana segue que tudo esteja em sintonia.
Carinhoso abraço de toda paz e luz.

Poções de Arte disse...

Perfeito!
Levinho e cheio de verdades! Coincidentemente, vem a calhar com o que publiquei ontem lá na caverna.
Realmente o nome sugere uma autora portuguesa. Que bom que pesquisou e nos trouxe a fonte.
Abração esmagador e lindo dia.

Maria Gloria D'Amico disse...

Delícia de ler e fala de felicidade.
Algumas coisas eu faço sim e depois, é amanhã!
Gostei Lú, um beijo amore.

EU AMO O SUS-STELLA DIAS disse...

Boa noite!
Queria lhe seguir ,não achei o link , como fazer?

Maria Gloria D'Amico disse...

Vim te visitar aqui e desejar também um Feliz Natal!
Um grande abraço Lucia, beijo!