Também queria saber


"Eu queria saber

Este mundo tem coisas muito curiosas. Gatos e cachorros, por exemplo, servem para quê? E as girafas? E as flores?
Da minha janela vejo árvores e passarinhos que não fazem senão voar e pousar nos galhos, sempre muito inquietos; e alguém já viu passarinho dormir? Será que eles se afeiçoam entre eles ou a alguém? Será que passarinho pensa? Será que sofre?
Mas tem quem sofra por causa deles; tenho um amigo que, quando encontrou o seu morto na gaiola, ficou triste e entrou em depressão.
Passarinho eu não sei, mas cachorro e gato sofrem pelo dono, e uma vez, quando fiquei doente, meu gato não saiu de perto de mim um só instante.
Fico pensando se é justo ter um cachorro ou um gato. É verdade que quem tem é porque gosta, portanto trata bem; mas por outro lado, eles só comem o que nós queremos, o território deles é limitado e só têm vida sexual se a gente permite, e a gente nunca permite, olha que absurdo. Dizem os especialistas que se os machos não forem castrados e as fêmeas operadas, vão nascer ninhadas e mais ninhadas que serão abandonadas em um parque qualquer, e os filhotes vão morrer atropelados ou de fome, o que é de cortar o coração.
Mas é de cortar o coração também ver um gato olhando o mundo pela janela, um gato que não é dono de sua vida, que não pode passear quando quer e fazer o que lhe passa pela cabeça -e que nem sei o que seria. E volto a pensar: para que eles existem?
Girafas, zebras e leopardos correndo na selva são um lindo espetáculo, mas um hipopótamo ou um rinoceronte não despertam senão estranhezas. E as baratas? Bem que se podia passar sem elas, mas ouvi de um ecologista que se todas as baratas do mundo acabassem, o equilíbrio ecológico seria prejudicado, vai entender.
As cigarras, essas a gente sabe: seu canto é só alegria, e elas existem para anunciar o verão.
Frutas são todas lindas, e só servem para nos alimentar. Mas e o café? Como terá o primeiro homem inventado descascar o fruto, secar, torrar, moer e coar com água quente para o prazer de tantos?
E as borboletas? Não existe nada mais bonito do que uma borboleta voando, e às vezes penso que elas, como as flores, só existem para embelezar o mundo.
E os peixes, os sapos? Quem não caçou vagalumes e botou num vidro para brincar de lanterna pode dizer que teve infância?


 E nós, para que existimos? Nós, que às vezes estamos felizes, outras infelizes, que brigamos com o carpinteiro porque a gaveta não ficou exatamente como se queria, nós que ficamos de mau humor porque engordamos dois quilos, nós que nos matamos para ganhar mais dinheiro e morar numa casa maior com mais armários e poder pagar bem caro a um médico para nos livrar dos tais dois quilos, nós que já fumamos, já bebemos e ainda comemos mais do que devíamos, que amamos e desamamos sei lá por que, e passamos a vida à procura de alguma coisa que nem sabemos bem o que é e que nunca achamos, e estamos, a maior parte do tempo, insatisfeitos, geralmente sem razão.
Nós, que vamos aos shoppings para escolher um vestido e um sapato e uma bolsa para usar numa festa que ainda nem sabemos se vai acontecer, nem se seremos convidadas, e se formos, talvez nem vamos ter vontade de ir, dá para entender?
Eu queria muito que alguém me explicasse tudo isso."

(Não podia deixar de trazer esse texto para que vocês se deliciassem com ele, como eu. Quem o escreveu? Danuza Leão, domingo, 08/07/2012, no jornal Folha de São Paulo).

11 comentários:

Judy Kennedy disse...

adorável amiga e obrigada por dividir esse texto conosco.
Olha, se vc conseguir aomenos 50% das respostas vem aqui contar ok?
bjsssss.......judy

✿ chica disse...

Danuza maravilhosa e coloca suas inquietações muito bem! beijos,tudo de bom,linda semana!chica

Palavras Vagabundas disse...

Texto delicioso! Agora responder as perguntas... quem dera tivesse a resposta para uma delas.
bjs
Jussara

Valéria disse...

Oi Lúcia!
rsssss
Gosto muito da maneira inteligente de Danuza escrever e ver a vida.
Perguntas temos tantas, até já me peguei fazendo algumas destas, mas respostas? Quem virá para responder!rsss
Beijinhos e uma alegre semana!

Brechique da Dodoca disse...

Oi, querida Lúcia,
Gosto muito de Danusa, gosto mesmo! Seus textos, para mim, são leves e claros. Gosto disso.
Mas, creio que esse, em especial, é mais do que leve: é uma saborosa brincadeira!
Bjssssssssssss, quérida!

ML disse...

Texto lindo, Lucia, obrigada por postar. É da Danuza, pensei que fosse seu.
O que eu acho? Que os bichinhos tem de ter dono mesmo, são urbanos, não conseguiriam mais viver por si.
Eles existem pela mesma razão que a gente: sabe-se lá por quê ; > )
E passarinhos se afeiçoam a gente sim, tive um (solto, gaiola jamais!) que me amava como um cãozinho.

bjnhs e ótima semana, Querida!

PS: eu jamais capturei vagalume pra botar em vidro - mummy deixava, não! Tudo iluminando o jardim, muito lindo!

VIVIAN!!! disse...

E os elefantes pra que servem?
as cobras, lagartos, jacarés, abelhsa( opa sem elas não teríamos mel)e essas precisam da flores para fabricar o tal.A lagartixa (morro de medo),serve pra comer aranhas e demais insetinhos q ficam agrudados nos cantinhos mais chatos q tem.
Bichinho de goiaba, odiava pegar uma goiaba quando era criança e na mesma tinha o tal bichinho.Quem nunca achou sera um?E pra que ele serve? Pra estragar a goiaba só pode!!!
Gafanhotos,grilos, odeio o cantado do grilo parece q me deixa surda, sei lá.Pra que serve?
Por aqui acho muito escorpiao, mas ja vi uns mortos em teias de aranhas, olha q interessante, a aranha mata, para come-lo? sera?
Pra todas as coisas tem sim uma respota.Basta a gente pensar!!!
Eu penso assim!!
Bjs bjs

Beth/Lilás disse...

Quantas perguntas na cabecinha da Danuza ultimamente!
Ela é uma mulher inteligente, já li os dois últimos livros dela, mas acho que depois de curtir tanto a vida, sem pensar em nada, entrou enfim na fase dos questionamentos, de olhar mais e prestar atenção ao que a cerca.
Legal o texto!
bjs cariocas

She disse...

Oie querida! Menina eu jurava que o texto era seu! :o
Que post gostoso, A Danuza está até parecendo eu com essas mil perguntas sem fim... hahaha Adorei e compactuo com ela essas mesmas dúvidas! Sensacional!
Beijo, beijo!
She

Lu Souza Brito disse...

Gente do céu, é pergunta demais Lucia.
Parece eu e o Marcelo nos questionando sobre os caes, as formigas, ahahahha.
´
Eu acho também que flores, borboletas e cachoeiras sao assim, presentes mesmo, feitos por Deus exclusivamente para embelezar o mundo.

Gostei de entrar nos questionamentos da Danuza. Mas isso pode dar nó na cabeça hein?

Beijão

Socorro Melo disse...

Oi, Lucia!

Uma leitura prazerosa, leve, e com interrogações que todos nós temos, ou já tivemos.
Alguns destes questionamentos, eu penso que já entendi, rsrs
Prefiro pensar que tudo está direito, por alguma razão maior...

Um grande abraço, minha amiga
Socorro Melo